terça-feira, 28 de abril de 2009

Universal Studios

Este fim de semana eu, o Zé, o Carnide, o João e o Afonso fizémos uma road-trip a Los Angeles, Las Vegas e Death Valley. Foram umas 20h de estrada no total mas valeu bem a pena.
Comecámos bem com o Carnide a alugar um Toyota Camry no aeroporto de San José no México. Chegou-se ao aeroporto de San Jose na California e é claro que não tínhamos lá o carro à espera, mas até se resolveu melhor porque conseguimos alugar uma mini-van por um preço mais barato. Depois do trabalho na 6ta feira seguimos até Los Angeles...


Auto-estrada 101


Hostel onde ficámos na noite de 6ta feira em Hollywood

Pequeno almoço no Kodak Theatre


Universal Studios
Ao pé do Jurassic Park

O pequeno-almoço não chegou e a fome apertou...

Tens uns olhos...

Cenário da Guerra dos Mundos
Cenário das Donas de Casa Desesperadas (Casa da Gabrielle Solis)

Krustyland... muito bom :)

In a boys dream...

Fui ao Kwik-E-Mart visitar o Apu Nahasapeemapetilon

Apollo 13
João, Zé, Carnide, Afonso e Eu

DeLorean da melhor triologia de sempre feita no cinema

Wild West

Ela não tava muito faladora...

Espectáculo do Waterworld

Toma lá que é pa não saires vestido assim à rua, verde e roxo não combinam!!!

Esta não calhou bem...

Ela não tava a gostar muito da conversa...



Vamos é embora daqui que isto é tudo a fingir!!!

Las Vegas

À noite, em vez de irmos dormir para o deserto resolvemos ir acampar a Las Vegas, que ficava (mais ou menos) a caminho...
Enquanto se atestava a carrinha dava pa dar uns toques de futebol...
Já cheirava a pecado...

Las Vegas Blv

Stratosphere

A senhora esqueceu-se de apagar a luz enquanto vestia o pijama... que chatice

Torre Eiffel

Montanha russa no meio da avenida

Dentro do MGM (já agora aviso que é proibido tirar fotos dentro dos casinos)

Studio 54

Depois da noite calminha foi altura de nos fazermos à estrada, alegres e despertos ;) No meio do nada no estado do Nevada aparece um cruzamento com estes semáforos, uma estação de serviço com slot-machines e um castelo especial...

Uma casa de strip no meio do deserto. Eh que nunca se sabe quando pode dar a vontade de ver umas maminhas, podes tar a morrer à sede mas desde que haja mamas tasse bem... ahahahah. Viva o Nevada!


E aqui levam a sério o crime, este homem é procurado por homicídio e tem direito um mega placard à beira da estrada.

Death Valley

Após umas horitas de viagem desde Las Vegas, chegámos ao Death Valley, a última etapa do fim de semana.
O Vale da Morte (Death Valley) é uma zona árida que faz fronteira entre o estado da California e o estado do Nevada. É a zona mais quente da América e tem o registo da segunda temperatura mais alta alguma vez registada no planeta (56ºC em 1913).
(Se vos parecer que este ultimo parágrafo foi tirado do wikipedia, é porque foi mesmo...)


A estrada só acaba ao pé da estação dos comboios do Entroncamento...

Death Valley (e não Diabos Vermelhos...)

Não me safava tão depressa...


O calor faz disto à malta


Deu pa mandar uma joga de futebol, espaço não faltava e a baliza era entre aquelas montanhas lá ao fundo. Mas mesmo assim fui apanhado em fora de jogo...

Campeões do distrito do Vale da Morte (também éramos a única equipa existente nas redondezas)

Autógrafo do melhor jogador em campo ;)

De repente no meio do deserto aparece isto, uma casa de banho. Estes americanos pensam em tudo ;)

Subimos lá para cima porque andava aí o bicho do Palpitações...

Mas enganámo-nos, era só este lagartinho

Badwater (86 metros abaixo do nível do mar)

Se pensam que temos pancada por tar a jogar à bola no meio do deserto, olhem este casal de espanhois. Tinham o fetiche de tirar fotos com máscaras de cavalos...

Ainda fizémos escalada... uns bons 20 cm

Carnide, Zé, Eu, João e Afonso

Por baixo de mim era só pedras e cristais de sal e lá ao fundo montanhas com neve. Deserto e neve é estranho mas acontece...

Bem tentei correr para aparecer na foto, mas apanhei muitos obstáculos...

Acabou-se a água, bota Smirnoff...

"Quem te mandou chutar a bola pa longe? Agora vai buscá-la para aprenderes..."

Heroes: o Afonso tem o poder de não ouvir nada do ouvido direito (por causa da otite), o Zé tem o poder de fazer desaparecer o seu calçado e o dos outros, eu tenho o poder de fazer sombras chinesas, o Carnide tem o poder de não ter cabelo e o João tem o poder de ficar invisível quando ninguem está a olhar para ele...

Pró infinito e mais além

Pôr do sol em Death Valley

Ainda deu tempo para mais uma peladinha.


Tava na hora de ir embora, ainda tínhamos umas 8 horinhas de viagem, mas ainda voltámos para trás para buscar a máquina. O Zé é que não teve hipotese, perdeu as sapatilhas no deserto e nunca mais as viu...